Mostrando postagens com marcador capacitação. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador capacitação. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

CAPACITAÇÃO PARA ALIMENTAÇÃO E HORTAS CASEIRAS




DIVULGANDO:
 
Pastoral da Criança Diocese de Caxias do Sul adicionou 7 novas fotos.
❇️❇️❇️ CAPACITAÇÃO PARA ALIMENTAÇÃO E HORTAS CASEIRAS
A Pastoral da Criança da Diocese de Caxias do Sul, esteve reunida nos dias 21 e 22 de outubro, para a realização da Capacitação para Alimentação e Hortas Caseiras. O encontro foi realizado no Centro Diocesano de Pastoral e contou com líderes de diversos ramos da diocese.
 









Sob orientação da capacitadora Suzana Casagrande dos Santos, os líderes puderam aprender mais sobre a utilização de cascas, talos e sementes, com o intuito de fazerem uma alimentação mais saudável e rica em vitaminas, proteínas, ferro, entre outras substâncias importantíssimas para o bom desenvolvimento de nossas gestantes e crianças. Além disso, falou-se da importância de que todas as famílias cultivem suas horas caseiras, com pelo menos, três espécies de hortaliças.
A missão de cada líder capacitada é, retornar aos seus ramos, e multiplicar o conhecimento adquirido, capacitando as demais líderes. A capacitação deverá ser realizada já neste mês de novembro, cumprindo o cronograma de horas curriculares já proposto pela metologia da Pastoral da Criança.
Acompanhe algumas fotos deste belíssimo trabalho!

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Os primeiros 1000 dias marcam uma vida



Crescimento físico, Desenvolvimento cognitivo, Maturação Imunitária e Programação Metabólica, são os 4 pontos fundamentais para percebermos como e em quem medida a Nutrição Materna e Infantil pode alimentar uma geração saudável e influenciar a saúde para o resto da vida.

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Dia das Mães

bebe com a mae
Foto Marcelo Caldin - Pastoral da Criança
“Ser mãe é padecer no paraíso”. Quem já não escutou esse ditado popular? Padecer, parece algo tão negativo. Já ao contrário, paraíso, parece algo tão positivo. Como conciliar essa aparente contradição nos dias atuais em que as mães exercem diversos papéis ao mesmo tempo: mães, educadoras, trabalhadoras, companheiras, estudantes, donas de casa e mulher?
As exigências são muitas e o mito da supermãe ganha força hoje em dia em uma sociedade que cobra e julga muito, mas que oferece muito pouco no sentido de apoiar e respaldar as mães em suas múltiplas atividades e facetas.
Diante desse quadro, alguém poderia dizer, então não cabem homenagens, que parecem ser tão “doces”; cabem só críticas, reivindicações... Cabem os dois! Homenagem? Toda mãe merece. Reivindicações? Sim, porque toda mãe também merece e precisa ter as condições necessárias para criar bem os seus filhos, com amor e dignidade.
Como a Pastoral da Criança faz
A Pastoral da Criança, em suas ações junto às famílias, geralmente encontra com mães. Mensalmente, seja na Visita Domiciliar ou no Dia da Celebração da Vida, os líderes se encontram com as “mães da Pastoral”, que até pode ser outra pessoa com avó, tia e mesmo pais, ou seja, quem tem a responsabilidade de cuidar e educar as crianças na família. E faz isso para partilhar informações e orientações sobre saúde, educação, nutrição e cidadania. E mais, partilham a fé e a esperança em dias melhores, apoiam suas lutas e as das comunidades, e se tornam parceiros solidários de cada mãe que busca mais vida e vida em abundância para os seus filhos. Feliz Dia das Mães!

Mãe, uma vocação e uma missão

bebe com a mae
Maria da Graça Dias Umada
Foto Marcelo Caldin - Pastoral da Criança
Ser mãe é acima de tudo, preparar um ser humano para enfrentar a vida e as experiências que ela trás, por isso a maternidade é também uma missão. E isso é fácil? As mães que o digam. Elas sempre se questionam: será que estou fazendo certo para o meu filho? Será que sou uma boa mãe?
Para contar um pouco sobre o papel ou a missão das mães, nossa entrevista é com Maria da Graça Dias Umada, psicóloga e professora, que trabalha na coordenação nacional Pastoral da Criança, em Curitiba (PR).

Maria da Graça, por que festejar os dias das mães?

A comemoração do Dias das Mães vem de longo tempo, desde 1914. Através de muitas lutas as mulheres vieram ter seu dia especial, no Brasil é comemorado no segundo domingo de maio. Ter um dia especial é muito importante para todas nós mães, mas acredito que o dia das mães deveria ser todos os dias do ano.

Atualmente as mulheres estão adiando a maternidade em decorrência da carreira profissional, o que a senhora acha disso?

Tem um aspecto positivo. A mulher está ganhando muito espaço no campo profissional, trabalhando fora, só que isso pode acarretar um ponto negativo. Quanto mais tarde ela for mãe, esse atraso pode ser prejudicial a ela e a própria criança. Um dos problemas que podem ocorrer é a mulher apresentar um problema de pressão alta. Tem também o perigo de que a criança pode nascer com alguma anomalia. É importante que essas mães “mais maduras” tenham o cuidado antes de engravidar, de fazer um bom tratamento, procurar um ginecologista para ter uma gravidez consciente.

Mais alguma orientação sobre esse tema do dia das mães?

Ser mãe é doar-se, ser mãe é ser amiga companheira saber ouvir os filhos. Aproveito para desejar parabéns a todas as mães principalmente aquelas mães trabalhadoras líderes da Pastoral da Criança que muito contribuem no apoio na orientação, mães somos todas nós que estamos trabalhando pelas crianças e um mundo melhor.
Confira a entrevista na íntegra
Esta entrevista é parte do Programa de Rádio Viva a Vida da Pastoral da Criança. Ouça o programa de 15 minutos na íntegra
Programa de Rádio 1179 - 05/05/2014 - Dia das Mães
Download

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

4 NOVOS LÍDERES NO RAMO

lideres da PC e o grupo das CNSE

Neste domingo 29 de setembro, na paróquia São José da Vila Nova, quatro novos líderes da pastoral da criança, foram enviados na missa das 19 horas.
Com a brilhante colaboração do movimento das comunidades nossa senhora da esperança, realizamos uma linda celebração com a graça de Deus.
 






Após a missa confraternizamos numa refeição partilhada no salãozinho pequeno da paróquia.
 Assim vamos fortificando nosso ramo para atender a grande quantidade de famílias carentes deste bairro.

Em breve iniciaremos nova capacitação. está interessada(o) fale concosco.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Chegar até vocês é sempre motivo de alegria.

Olá, amigos:
Chegar até vocês é sempre motivo  de alegria. Ainda mais nesse tempo em que estamos vivendo um momento muito lindo de Igreja. O Papa Francisco vem nos animando em nossa missão de sermos discípulos-missionários a serviço da vida, sobretudo onde a  vida de nossos pequenos e de gestantes necessitam do nosso apoio, carinho e dedicação.
 É tempo de preparação para o Congresso da Pastoral da Criança, momento de rendermos graças a Deus por tantos gestos de homens e mulheres que, durante estes últimos 30 anos, participaram intensamente da vida de tantas famílias. Tenho certeza de que aos pés da Virgem Aparecida cada líder será lembrado com uma prece toda especial.
Queremos responder, com disponibilidade e prontidão, ao Deus que nos chama e que nos prepara para a missão; não devemos nos esquecer de que o centro da nossa vida e da nosso missão é Cristo. É por causa Dele que  nos colocamos a caminho, na missão para a qual Ele nos convidou. "Guardemos Cristo na nossa vida, para guardar os outros, para guardar a criação", diz o Papa Francisco. O nosso Papa Francisco  tem também nos alertado várias vezes em sua homilias que não devemos ter medo da bondade, da ternura. Isso vem nos ajudar a rever a maneira como realizamos nossa missão de ir ao encontro de nossos irmãos, sobretudo nos bolsões de pobreza; de rever o lugar geográfico no qual estamos atuando. Estamos nós, enquanto Pastoral da Criança, onde se encontram os mais pobres? O Papa também nos convida a sermos pessoas de alegria: "Nunca sejais homens, mulheres tristes: um cristão não o pode ser jamais! Nunca vos deixeis invadir pelo desânimo! A nossa alegria não nasce do fato de possuirmos muitas coisas, mas de termos encontrado uma Pessoa: Jesus, de sabermos que, com Ele, nunca estamos sozinhos, mesmo nos momentos difíceis, mesmo quando o caminho da vida é confrontado com problemas e obstáculos que parecem insuperáveis… e há tantos! Nós acompanhamos, seguimos Jesus, mas sobretudo sabemos que Ele nos acompanha e nos carrega nos seus ombros: aqui está a nossa alegria, a esperança que devemos levar a este nosso mundo. Levemos a todos a alegria da fé!" Esse é o desejo  do nosso Papa Francisco. Creio que ele esteja falando isso para todos nós que estamos contribuindo com o projeto de Jesus, nas ações que realizamos na Pastoral da Criança.
Ainda nesse mês, a Pastoral da Criança está incentivando a Campanha "Dormir de barriga para cima é mais seguro". Essa atitude de colocar a criança para dormir nessa posição já salvou a vida de muitas crianças. Portanto, em nossas visitas, no Dia da Celebração da Vida, nas nossas ações, vamos reforçar este gesto proposto na Campanha. Sabemos que os pequenos gestos feitos com amor tem um sentido de salvação.
Outro evento importante que vivenciamos é a preparação da Jornada Mundial da Juventude. Quantos jovens estão se dedicando à Pastoral da Criança! Sua vida, seu dinamismo, sua dedicação nos ajuda muito nessa missão. Como nos alerta o papa:  "Com Cristo, o coração nunca envelhece". Vivamos com alegria e entusiasmo sempre renovado a presença de Cristo Jovem nesse momento  em que toda a juventude se prepara para esse grande acontecimento.
Junho também é o mês das festas juninas. Quem não gosta de participar dessas festas em nossas comunidades?  É momento de alegria, encontros familiares, fogos, fogueiras, brincadeiras, milho, bolos e muita diversão. Só não podemos  deixar de conversar com as mães nas visitas e no Dia da Celebração da Vida para que fiquem atentas aos seus filhos, para que a festa não termine em um momento de dor e sofrimento.
Deixo o meu abraço a cada um de vocês que colabora para que o nosso Brasil seja realmente um jardim preferido por Deus no qual nossas crianças e suas famílias encontrem um lugar seguro e feliz para viver.
Na certeza de que Deus conta com vocês  para continuar lançando as redes para águas mais profundas, deixo  aqui o meu muito obrigada pela dedicação, garra e entusiasmo de cada um na missão.
Com carinho e preces da Coordenação Nacional.

terça-feira, 15 de maio de 2012

HORTAS CASEIRAS na Pastoral da Criança

Colaboração: Maria do Socorro
Aguiar Moreira • Coordenadora da Pastoral
da Criança na Arquidiocese de Olinda e Recife

Nos dias 09 e 10/02/12 a Pastoral da Criança na Arquidiocese de Olinda e Recife promoveu treinamento para Capacitadores em Alimentação e Hortas Caseiras, na sede da CNBB - REGIONAL NE 2, Recife. A ação Alimentação e Hortas Caseiras na Pastoral da Criança tem como objetivo levar informações e dicas sobre alimentação saudável e plantio de hortas caseiras a todos os líderes e famílias acompanhadas. Ao todo, foram capacitadas dezesseis pessoas.
Diante dos altos índices de obesidade no Brasil, tida como um problema de saúde pública e que atinge todas as classes sociais, a reeducação alimentar se faz necessária.
A população brasileira consome muitos alimentos industrializados, ricos em gorduras e açúcares, e poucos alimentos saudáveis, como frutas, verduras e legumes. Assim como a desnutrição, a obesidade precisa ser combatida para diminuir o aparecimento das doenças decorrentes do excesso de peso: doenças cardiovasculares, diabetes, pressão alta, entre outras.
A Pastoral da Criança decidiu incentivar as famílias a plantar seus próprios alimentos, por meio das hortas caseiras, e a utilizarem verduras, legumes e frutas na alimentação do dia a dia. Dessa forma, a Pastoral da Criança contribui para melhorar a saúde e a alimentação dessas famílias e ainda colabora para que os princípios da Segurança Alimentar e Nutricional realmente aconteçam.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Formação contínua "VISITAS" no Ramo

A líder Isabel, capacitadora para formação contínua "VISITAS" , ministrou esta formação para líderes das comunidades Campo Novo e Kanazawa, de nosso Ramo.

Tivemos a presença na oração inicial do nosso Pároco, Pe Pedro e na oração final , a mensagem do vigário paroquial Pe Francisco.

Participaram também deste momento a Eliane (capacitadora do Guia do Líder) e seu esposo João (coordenador da área).
Foi um momento muito bom!



terça-feira, 17 de abril de 2012

Formação contínua dos voluntários


Para que o voluntário possa realizar o seu trabalho e gerar transformação social em sua comunidade, ele precisa sentir-se preparado e munido de ferramentas adequadas. A Pastoral da Criança capacita todos os seus voluntários nas ações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania. A formação inicial, de 56 horas, é feita de acordo com a seguinte metodologia:





Líderes comunitários são capacitados pelos Capacitadores; estes são capacitados pelos Multiplicadores; que por sua vez são capacitados pela Equipe Nacional. O voluntário da Pastoral da Criança nunca para de aprender. Ele quer saber mais para ensinar mais. É como explica a líder Eunice:
EQUIPE NACIONAL
CAPACITA
MULTIPLICADORES
CAPACITAM
CAPACITADORES
CAPACITAM
LÍDERES
COMUNITÁRIOS
"Antes da Pastoral da Criança, eu não era ninguém. Hoje, me sinto uma doutora".
Para manter-se atualizado, o líder recebe a cada mês o Jornal da Pastoral da Criança e ouve o programa semanal de rádio Viva a Vida.